terça-feira, 9 de março de 2010

SENTIMENTO DO DIA

"Hospitais e cemitérios são lugares excepcionais para fazermos filosofia. Imediatamente, é reestabelecida, em minha alma, a consciência do punhado de pó que sou. A cada doença, o pó toma o lugar do corpo. Eis a agonia interna da alma se fazendo presente".

L. F. Pondé

5 comentários:

World Music & Cult disse...

A vida é como a fumaça
Nem bem se fez, se desfaz
E a cada instante que passa
E um passo a menos,E um a mais ... na direção do fim,
Frio feroz ...
E o fim de todos nós!

Rogério disse...

Se com pó não se cura o corpo
O corpo se curva em pó...

World Music & Cult disse...

A morte é como uma pluma.
A responsabilidade de viver pesa mais que muitas montanhas!

flávia disse...

Uau!
Quanta poesia filosófica!
Valeu gente!
bjo

Anônimo disse...

Sim, provavelmente por isso e